Rádio Evangelho FM

Leitores Online

domingo, 10 de junho de 2012

A Unção que nos Ensina


Quando fiquei grávida de meu filho Filipe, fiz questão de ler muitas e muitas revistas sobre bebês. Li diversos artigos e cheguei a achar que eu sabia de tudo sobre bebê. Me sentia a verdadeira "expert" em maternidade, uma verdadeira especialista. Ou seja, nada me surpreenderia. Estava pronta para o que desse e viesse. Na minha mente, qualquer situação que surgisse seria tirada de letra, pois tinha em meu HD grande quantidade de informações sobre como cuidar de um bebê.

Ocorre, entretanto, que o inesperado sempre nos surpreende. Logo ao nascer, meu filho foi parar numa UTI NEO NATAL e aquela situação não estava nos livros, nos artigos e manuais que tinha lido. Eu não tinha lido sobre o que fazer quando você recebe alta e seu filho tem de ficar num ambiente frio, sendo cuidado por pessoas que você não conhece, com fios de monitoração, sem poder receber direito o aconchego de seu colo e o leite materno. Eu não tinha lido sobre o dia mal. Fui pega de surpresa, por algo que eu não esperava. Naquele momento, éramos Deus, eu, minha família, a igreja e a minha fé. Além disso, outras situações foram surgindo e pude perceber, que nem tudo estava escrito. Embora todo o conhecimento adquirido com a leitura dos textos sobre bebês tenha me ajudado bastante, confesso que na hora "H", o que nos guia, na verdade, é o instituto materno, aquele sentimento, intuição que Deus coloca dentro de nós, mães.

Lembrando deste fato, trago em minha mente as palavras descritas em I João 2:27 "Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou".

Constantemente, somos surpreendidos pelo novo. Situações se deparam diante de nós, situações estas que, muitas vezes, nos deixam sem ação, sem saber ao certo que direção seguir ou que decisão tomar. E embora tenhamos cultura, o forte hábito de leitura, ou até mesmo diplomas e grande conhecimento literário, inclusive, conhecimento da Palavra de Deus, vemos que a unção que recebemos do Senhor é o norte, a mola mestra, o grande diferencial em nossas vidas, pois a unção nos ensina, nos guia, nos orienta.

Por este motivo, não há porque nos desesperarmos, ficarmos aflitos diante do novo, diante de algo que nos surpreende e nos atemoriza. Há esta unção maravilhosa em nós, unção esta que nos ensina a respeito de todas as coisas.

Precisamos, portanto, a cada dia, nos conscientizar desta verdade para que possamos nos manter firmes, em todo o momento, inclusive, no dia mal.

 
 
 
 
 
 
Por: Pra. Ioná Loureiro
Postar um comentário