Rádio Evangelho FM

Leitores Online

quarta-feira, 6 de julho de 2011

O soberano Deus nos conhece por inteiro


Neste dia, quando Davi está sendo estudado desde a EBD, nosso pastor nos chama a atenção para a grandeza de um de seus mais belos salmos, o 139, em que, como teólogo, o maior poeta do Saltério nos revela a essência do nosso grande Deus.

Deus é Soberano – eis a grande mensagem do Salmo 139. Os dicionários definem SOBERANO como “aquele que ocupa o principal lugar”, “absoluto”, “poderoso”. E assim é o nosso DEUS, ONIPOTENTE, ONIPRESENTE E ONISCIENTE.

Ele conhece o homem, por inteiro. Esta verdade conforta-nos e, ao mesmo tempo, incomoda. Alenta-nos, se estamos vivendo debaixo de Sua graça. Mas, perturba, se vivemos sob culpa, presos ao pecado. O salmista Davi diz que Aquele que nos conhece por completo é o grande “EU SOU”. A ênfase está posta totalmente em Deus e não no homem.

Deus nos conhece de forma intensa e não passiva. Ele inquieta-se, busca, aguarda nossa volta, como nos ensina a parábola do Filho Pródigo. Deus esquadrinha minuciosamente nosso andar, nosso deitar e os caminhos pelos quais andamos, cercando-nos como um exército sitia uma cidade (v. 5).

Deus conhece de maneira compreensiva todos os aspectos de nossa vida. Atividades diárias estão diante dEle. Em nossos afazeres, muitas vezes nos esquecemos dEle; Deus, porém, nunca se esquece de nós.

De longe, Ele conhece nossos pensamentos (v. 2). Não há espaço nenhum entre céus e terra que embace este detalhado conhecimento. Nem formulamos ainda o que queremos dizer e o Senhor já conhece cada palavra que sairá de nossa boca (v.4). Davi está dizendo: Meditem, cuidadosamente, em um determinado e típico dia de suas vidas, no que diz respeito aos atos e palavras, e tudo está exposto ante o conhecimento divino. E Davi conclui: não há nenhum lugar para onde pretendamos nos esconder dEle, porque nosso Deus tudo sabe. Não há altura intransponível, nem profundidade assustadora onde Deus não esteja presente. Pedro vai dizer que Deus, em Cristo, penetrou, inclusive, no mundo invisível dos mortos (I Pe 3,18-20).

Não há velocidade de escape: se um dia viajássemos à velocidade da luz (v.9), o Deus que disse, em Gênesis 1.3, “haja luz”, ainda assim nos estaria guiando com Sua forte mão. Deus acessa as trevas com a luz. Para Ele, disse Davi, “trevas e luz são a mesma coisa” (v.12).

Muito obrigado salmista e rei Davi, por ter-nos ensinado tanto acerca de Deus, no Salmo 139. Não haja em nós enganos tolos, subterfúgios que nos iludam para escapar de Deus. Oremos, com toda a reverência e submissão ao Soberano Deus, maravilhados ante a Sua onisciência: “Sonda-me ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso, e guia-me pelo caminho eterno” (vs.23 e 24).



 
 
 
 
 
 
 
 
Por: Eli Fernandes
Postar um comentário