Rádio Evangelho FM

Leitores Online

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Tomando decisões


No mercado de trabalho todos se esforçam para obter sucesso. Existem muitas pseudo-fórmulas para se alcançar o sucesso. Mas, essencialmente, sucesso é fazer escolhas sábias. F. W. Boreham disse: ?Tomamos decisões e, depois, elas nos modelam?. Por isso, cada decisão envolve um elemento de risco. Nem sempre podemos prever o resultado. Você está lidando com decisões difíceis nestes dias? Tente seguir estes oito passos para tomada de decisão extraídos do livro de Provérbios na Bíblia:

Passo 1- ? Ore por orientação (princípio da inspiração). Comece pedindo a Deus que o auxilie a enxergar segundo Sua perspectiva do problema. Intuição geralmente nos leva ao erro. ?Quem confia em si mesmo é insensato, mas quem anda segundo a sabedoria (de Deus) não corre perigo? (Provérbios 28.26).

Passo 2- ? Obtenha fatos (princípio da informação). Não tome decisões desinformado. Antes, descubra o máximo que puder de informações relevantes. Todo homem prudente age com base no conhecimento? (Provérbios 13.16). ?Compre a verdade e não abra mão dela, nem tampouco da sabedoria, da disciplina e do discernimento? (Provérbios 23.23).

Passo 3- ? Peça conselhos (princípio da consultoria). Se possível, fale com alguém que já tenha passado pelo mesmo risco. É sábio aprender pela experiência e mais ainda aprender com a experiência de outras pessoas! Não é necessário aprender tudo da maneira mais difícil. ?Os conselhos são importantes para quem quiser fazer planos? (Provérbios 20.18). ?A mente do homem sábio está sempre aberta para receber o conhecimento e o seu ouvido aberto para ouvir novas idéias? (Provérbios 18.15).

Passo 4- ? Estabeleça sua meta (princípio da seleção). Certifique-se de compreender a razão e o propósito da decisão que está para tomar. Não persiga dois coelhos ao mesmo tempo. ?O homem de discernimento mantém a sabedoria em vista, mas os olhos do tolo vagueiam até os confins da terra? (Provérbios 17.24).

Passo 5- ? Calcule os custos (princípio da avaliação). Isso se chama, risco calculado. Pergunte a si mesmo: (1) Isto é necessário? (2) Quanto vai custar em tempo, energia e dinheiro? (3) Vai valer a pena? ?É uma armadilha consagrar algo precipitadamente, e só pensar nas conseqüências depois que se fez os votos? (Provérbios 20.25).

Passo 6- ? Faça planos para enfrentar problemas (princípio da preparação). Lembre-se da Lei de Murphy ("se algo pode dar errado, vai dar") e lembre-se que Murphy era um otimista! Não ignore os problemas: eles não vão ignorar você! Sendo assim, esteja preparado. ?Quem sai à guerra precisa de orientação? (Provérbios 20.18). ?O prudente percebe o perigo e busca refúgio; o inexperiente segue adiante e sofre as conseqüências? (Provérbios 22.3).

Passo 7- Enfrente seus medos (princípio da confrontação). Ter medo não é sinal de fraqueza, é sinal de humanidade. Coragem não é ausência de medo, mas seguir em frente apesar dos medos. ?Quem teme o homem cai em armadilhas, mas quem confia no Senhor está seguro? (Provérbios 29.25).

Passo 8- ? Tome a decisão! Vá em frente! (princípio da iniciação). É neste ponto que você deve parar de falar e passar a agir. É preciso começar. Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos?(Provérbios 16.3).

 
 
 
 
 
Por: Rick Warren
Postar um comentário