Rádio Evangelho FM

Leitores Online

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Sonhando no Cárcere (prisão)


A Palavra de Deus fala a respeito de uma pessoa que foi fiel ao Senhor até chegar ao ponto de permanecer numa prisão por causa desta fidelidade. José foi um jovem a quem Deus lhe mostrou algo a fim de motivá-lo para ser um grande exemplo para nós. Quase todo o crente em Jesus já ouviu a historia deste homem de Deus.

Ele pagou um alto preço pelo seu chamado. Hoje em dia passamos por situações semelhantes. Alguns por que não dizer até por situações idênticas a deste servo de Deus. Os sonhos de Deus para nossa vida jamais o diabo ou o homem pode frustrá-lo. Jó afirma isso na sua declaração a Deus depois de ter passado por uma prova muito dura em seu viver e ministério. Ele disse: “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado” (Jó 42.2). Hoje vivemos em um país livre onde pregamos o evangelho em qualquer lugar onde desejamos assim fazê-lo.

Mais ainda assim muitos de nossos irmãos têm abandonado seus sonhos, seus projetos e também sua fé por pouca coisa. Uma coisa e evidente. Temos que aprender a defender nossa chamada a qualquer preço. Melhor esclarecendo: Devemos ser fieis a qualquer custo. Ainda que isso venha interferir em nossos relacionamentos. A Bíblia diz: “Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens” (At 5.29). Neste texto os apóstolos estavam sendo impedidos de falar da Palavra de Deus. Não podiam anunciar o evangelho genuíno, segundo a palavra que lhes foi dada pelos fariseus e mestres da lei. Esta fidelidade a Deus leva os convertidos dentro dos presídios (cárceres) a serem maltratados e ate renunciar sua fé.

Com certeza alguns negam a fé formando rebeliões junto com os demais com medo de morrer, ou de apanhar daqueles que não são cristãos ali naquele lugar. Temos o conhecimento disso por que antes de estar nesta cidade trabalhamos com recuperação de pessoas em centros de reabilitação e também pregamos na prisão. Jovens com 12 anos de idade que já eram assassinos. Tivemos uma experiência onde um jovem que aceitou Jesus pediu a um irmão de nossa igreja pra levar um bilhete a sua família por que foi jurado de morte. Quando voltamos ali na próxima semana a cela estava vazia. Outro irmão, que hoje esta desfrutando daquilo que Deus colocou em seu coração teve que manter seus sonhos dentro do cárcere. Segundo ele por varias vezes apanhava, era mandado pra solitária por que se recusava a mentir e a proceder segundo a velha natureza. Mais ele não desistia de seus sonhos.

Deus disse a ele que faria dele um pregador da sua Palavra. Ele foi fiel a Deus. Sofreu por causa desta fidelidade, mais depois de algum tempo ele estava pregando o evangelho dentro do presídio. Fazendo campanhas, levando cantores e pregadores a ministrar dentro do presídio. Deus o levantou como um pastor ali dentro. Tinha uma igreja com vários membros ali. E também seu tratamento foi modificado no presídio. Passou a ser respeitado e honrado naquele lugar. Hoje ele é livre e prega em varias igrejas, dando o seu testemunho. Com isso quero alertar você que desacreditou de seus sonhos só por que alguma situação ficou difícil de suportar. Saiba que o Senhor é contigo.

O nosso Deus não se esquece de nós assim como ele não se esqueceu de José. Você pode todas as coisas naquele que te fortalece. Nós não precisamos agir de conformidade com as trevas para alcançar nossos sonhos e projetos em Deus. Por que embora você não saiba o diabo sempre quer dar uma mãozinha. Não aceite nada menos do que a verdade de Deus para sua vida, ainda que venha a sofrer por ela. Pois como igreja temos a responsabilidade de ser “coluna e baluarte da verdade”. Fazendo assim Deus o honrará, e você será bem aventurado em tudo o que fizer.

João disse: “E vós possuís unção que vem do Santo e todos tendes conhecimento. Não vos escrevi porque não saibais a verdade; antes, porque a sabeis, e porque mentira alguma jamais procede da verdade” (I João. 2. 20-12).

Que o senhor Jesus te abençoe.



Por: Pr. Aldécio Ferreira
Postar um comentário