Rádio Evangelho FM

Leitores Online

domingo, 25 de julho de 2010

Tu vens contra mim com espada


“Tu vens contra mim com espada, com lança e com escudo, eu porém,vou contra ti em nome do Senhor dos exércitos, o DEUS dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado“. I Samuel 17:45 Existem momentos em nossas vidas em que somente o poder de Deus pode nos ajudar. Existem em momentos em que situações inesperadas, imprevisíveis, que as vezes começam pequenas e vão crescendo chegando a se tornar verdadeiros gigantes diantes de nós. As vezes uma pequena dívida financeira, sem percebermos começa a crescer, acrescidas de juros e mais dívidas e quando nos apercebemos estamos diante de uma agigantada dívida financeira. Às vezes em nossa família, as pequenas discussões entre os esposos crescem e se tornam um agigantado afastamento do casal.

Às vezes pode ser um dos filhos que começa usar uma pequena quantidade de drogas sem que os pais saibam, mas em um determinado momento este filho está diante de um agigantado vício que o faz furtar os bens da família, tirando toda a harmonia anterior. Às vezes um pequeno caroço ou pequeno entupimento de veias do nosso corpo cresce se tornando uma agigantada enfermidade prestes a nos destruir. Amado leitor, você que lê este artigo certamente poderia enumerar várias situações que você, seu ente querido ou amigo enfrentou que para estas pessoas estas situações eram como que gigantes em suas vidas. Queremos avaliar com vocês este maravilhoso texto das sagradas letras; a história de um jovem que conhecia a Deus e também os seus gigantes.

Vejamos: Esta é a história de Davi, um jovem israelita que certamente passaria pelos anais da história completamente despercebido, não fosse este evento registrado aqui onde ele nos ensina, mesmo depois de ter morrido, que Deus é real e vivo, suficientemente poderoso para vencer quaisquer gigantes que apareçam diante de nós. Vejamos os segredos da vitória extraordinária de Davi: O capítulo 17 começa dizendo que os Filisteus (ancestrais dos palestinos), acamparam-se em Socó. Saul e os soldados israelitas acamparam-se no vale de Elá. Um grupo de soldados de um lado e o outro do outro. De repente surge um gigante filisteu. A bíblia usa três versículos para descrevê-lo (Versos 5,6,7). O gigante aparece e vê o alinhamento dos soldados e deu uma solução para o conflito. Sugeriu que Israel escolhesse alguém de seu exército para lutar contra ele.

É interessante observar que nem sempre quem é famoso, que está na mídia, é o melhor. Golias sabia quem ele era, conhecia sua fama e seu poder e nunca tinha ouvido falar que em Israel houvesse alguém que fosse páreo para ele. No campo de batalha algumas surpresas poderiam ocorrer e Israel poderia até vencer, mas Golias, para facilitar a vitória, sugeriu que alguém de Israel lutasse contra ele. Golias pensou que poderia vencê-lo. Só que Golias não sabia que em Israel havia um gigante da fé. Davi era o seu nome. Golias aguardou 40 dias para o duelo. E ninguém apareceu dos que estavam alinhados para a batalha. Mas como Deus sabe usar situações inusitadas para abrir oportunidades para os seus servos, Ele tocou no pai de Davi, que pediu que ele levasse pães para os seus irmãos e queijo para o comandante de mil.

Quando Davi chegou a batalha estava prestes a ser travada, pois Israel não escolhera nenhum candidato que fosse páreo para lutar contra Golias. Quando Davi conversava com seus irmãos Golias apareceu novamente convocando alguém para o duelo. Enquanto Golias era famoso por seu poder entre Israel a ponto de fugirem dele, Davi demonstra total desconhecimento do gigante.

Pr. Julio Neris
Postar um comentário