Rádio Evangelho FM

Leitores Online

sábado, 31 de julho de 2010

Igreja Valiosa! - “Uma alma vale mais que o mundo inteiro!” - “Dízimos na promoção: 8%”


Pasmem se quiser! Mas, esta frase estava colocada em um lugar central de uma denominação, que fazia porta com porta a uma outra igreja. Eu vi!

Diante de fatos que se agigantam no afã de diluir o verdadeiro sentido da igreja do Senhor Jesus, através das mais ridículas propostas tais como:

“Na minha igreja não pedimos dízimos e nem ofertas por ordem de Deus”;

“Na minha igreja pedimos o dízimo, mas, estamos fazendo uma “promoção”; como a vida está difícil para todos, e a economia cambaleia em uma época” de tanta incerteza, resolvemos reduzir o dízimo para 8%”;

“Estamos fazendo uma “liquidação”, o famoso “queima de estoque”, pois queremos renovar todo o “estoque” espiritual, ninguém terá desculpas de ficar sem entregar o dízimo”, pois, fizemos um “preço” que nenhuma “igreja” conseguirá cobrir: 1%”. Oh! My God!

Acredite! Você não está lendo piadas, nem casos humorísticos e muito menos histórias inventadas, são fatos reais que a cada dia chegam como enxurrada entrando em muitas igrejas que estampam a bandeira cristã, que, dizem crer na Bíblia como a palavra de Deus, e que Jesus é o filho de Deus. Afinal, que tipo de igreja estamos procurando? Na primeira edição desta série, comentamos sobre a igreja “cara”. A segunda, abordamos sobre a igreja “barata”. Agora, estamos diante de um tema digno de uma profunda reflexão: Igreja valiosa!

Um famoso palestrante começou um seminário segurando uma nota de R$ 100,00. Em uma sala com 200 pessoas, ele perguntou: “Quem quer esta nota de R$ 100,00?”. Muitas mãos começaram a se levantar. Ele disse: “Eu darei esta nota a um de vocês, mas primeiro deixe-me fazer isto”. Amassou a nota e perguntou: “Quem ainda quer esta nota?”. Muitas mãos continuaram levantadas. “Bem”, disse ele, “e se eu fizer isto?” Deixou a nota cair no chão e começou a pisá-la e esfregá-la. Pegou a nota, imunda e amassada. “E agora? Quem ainda quer esta nota?” As mãos continuaram erguidas. “Meus amigos, vocês todos devem aprender uma valiosa lição: não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês ainda irão querer a nota porque ela não perde o valor, ela ainda valerá cem reais.”

Deus, quando pensou em gerar a sua igreja, o seu coração, foi além de recursos financeiros e bens terrenos; Ele teve a brilhante idéia de salvar a jóia mais valiosa que ele fizera: O ser humano. Ainda que amassado pelo pecado, pisoteado pelas patas sujas de satanás; lameado,fétido pelas perversidades praticadas, todavia, é uma alma, e que mesmo parecendo que sobram apenas “uns caquinhos”, para Deus, é gente, é uma vida, uma alma que vale mais que o mundo inteiro. Porque temos valor para Deus!

Numa época em que um sorvete custava muito menos do que hoje, um menino de dez anos entrou em uma lanchonete e sentou-se à mesa. Uma garçonete colocou um copo de água diante dele.

“Quanto custa um sundae?”, ele perguntou. “Cinquenta centavos”, respondeu a garçonete. O menino puxou as moedas e começou a contá-las. “Bem, quanto custa o sorvete simples?”, perguntou novamente. A essa altura a garçonete já estava perdendo a paciência. “Trinta e cinco centavos”, respondeu ela de maneira brusca.

O menino, mais uma vez, contou as moedas e disse: “Então eu vou querer o sorvete simples”. A garçonete trouxe o sorvete e a conta, colocou sobre a mesa e saiu. O menino tomou o sorvete, pagou a conta e saiu. Quando a garçonete voltou, percebeu algo que a fez chorar amargamente. À medida que ia limpando a mesa, viu que ao lado do prato onde o garoto tomara o sorvete havia quinze centavos em moedas, ou seja, o menino não pediu o sundae porque queria dar uma gorjeta para ela.

Aqui aprendemos uma tremenda lição: Deus o pai, sabia que poderia ter o seu filho para sempre com ele. Mas, quando viu que a única maneira de salvar o homem do sofrimento eterno, era deixar de ficar sem o seu “sundae”, sem pensar duas vezes, abriu mão do seu único e, “delicioso sundae” para agradar a mim e a você. A igreja cristã tem muito valor! Mais que todas as riquezas deste mundo, a fama e o poder humano; pois ela foi gerada através do amor do Pai. Deus é amor! “ Porque Deus provou tamanho amor crucificando seu filho na cruz por nós pecadores. A igreja tem valor porque o sangue de um justo foi totalmente derramado. Toda dor, toda humilhação, afrontas, injúrias, injustiças e toda sorte de blasfêmias, foram colocadas diante de Jesus Cristo. Ele teve que encarar a rude cruz. Mas, ao ressuscitar ao terceiro dia, vencendo a morte, o diabo e o inferno, voltou triunfante como o Cordeiro de Deus, Aquele que poderia dizer: “Todo poder me é dado no céu e na terra”; Agora, majestoso, cheio de poder e glória, para nos conduzir dia após dia em triunfo. Um alto preço foi pago para que eu e você tivéssemos em um corpo, e fizéssemos parte desse corpo, a igreja viva do Deus vivo. Não UM corpo “barato”, muito menos “caro”, “nem promocional”, como se seus seguidores fiéis fossem mercadorias, mas, para que fossemos participantes de uma igreja viva, amorosa e acima de tudo, uma igreja de valor!


Por: Pastor: Ivonildo Teixeira
Postar um comentário