Rádio Evangelho FM

Leitores Online

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Nunca Desista de seus Sonhos

Jesus não prometeu estradas sem acidentes, noites sem tempestades, sucesso sem perdas. Mas prometeu forca na terra do medo, alegria nas lagrimas, afeto no desespero. A palavra arrepender usada por Jesus explorava uma importante função da inteligência. Ela não significava culpa, autopunição ou lamentação. No grego ela significa uma mudança de rota, revisão de vida. Queria que as pessoas repensassem seus caminhos, revisassem seus conceitos, retirassem o gesso de suas mentes. Os que são incapazes de se repensar serão sempre vitimas e não autores de sua historia.
Apesar de sabermos o discurso de cristo sobre dar a outra face, amar os inimigos, perdoar tantas vezes quantas fossem necessárias, será q na nossa vida usamos os ensinamentos ? Cristo discursava sobre a liberdade de seguir a propia consciência. Sobre o gerenciamento dos pensamentos, a administração da emoção, o exercício da humildade, a capacidade de pensar, a sabedoria de expor e não impor as idéias, a experiência plena do amor. Omeste da vida vivia o que discursava.
Não impedia as pessoas de abandona-lo, de trai-lo e nem mesmo de nega-lo. Nunca houve alguém tão desprendido e que exercitasse de tal forma a liberdade. Como cristo estava para morrer, ele teria que ensinar rapidamente as mais belas lições de inteligência, como a arte da solidariedade, a capacidade de se colocar no lugar do outro, o respeito pela vida. Então sem dizer qualquer palavra, o mestre pegou uma bacia de água e uma toalha e começou a lavar os pés daqueles discípulos que lhe deram tanta dor de cabeça. E simplesmente inacreditável a sua atitude.
O mestre dos mestres conquistava o inconquistável; penetrava nos solos inconscientes, reescrevendo as janelas da intolerância, da disputa predatória, da inveja, do ciúme, da vaidade. Foram dez ou vinte minutos que causaram mais efeitos do que décadas de banco escolares ou anos de psicoterapia. A ultima ceia foi o maior laboratório de tratamento psíquico e enriquecimento da arte de pensar de que se tem noticia. Essa terra produziu mentes brilhantes, mas nunca ninguém foi tão longe como Cristo. Ele foi o mestre dos mestres. Ele fez isso quando estava para ser torturado e morto. Quem e capaz de raciocinar no caos?
Horas depois de preso, Pedro golpeou-o três vezes negando veemente que o conhecia. Pedro amava o mestre profundamente, mas estava no cárcere da emoção. Não raciocinava. Jesus não exigiu nada dele. Ainda o estava treinando. No momento em que ele o nega pela ultima vez, o mestre vira-se para ele e diz: “Eu o compreendo”. Você já disse para alguém que errou muito com você “ eu o compreendo”? Somos muitas vezes carrascos das pessoas que erram, ate dos nossos filhos, mas o maior vendedor de sonhos jamais desistiu dos jovens que escolheu para ser os seus discípulos. Os jovens também são implacáveis e agressivos com os erros dos pais. Falta compreensão na espécie humana e sobra punição.
Jesus investiu sua inteligência em pessoas complicadissimas para mostrar que todo ser humano tem esperança. As pessoas mais difíceis com quem vc convive tem esperança. A historia de Jesus e um exemplo magnífico. Demonstra que as pessoas que mais nos dão dor de cabeça hoje poderão vir a ser as que mais nos darão alegria no futuro. O que fazer? Invista nelas! Não seja um manual de regras e criticas! Surpreenda-as! Cative-as! Ensine-as a pensar! Compreenda-as! Plante sementes!
Ninguém espera uma reação inteligente de uma pessoa torturada ainda mais pregada numa cruz. A memória e bloqueada, o raciocínio abortado, o medo e a raiva dominam. Jesus foi surpreendente quando estava livre, mas foi incomparavelmente mais surpreendente quando foi crucificado. Na primeira hora da crucificação ,ele abriu as janelas da inteligência e bradou: “ Pai perdoa-os pois eles não sabem o que dizem”. Perdoou homens indesculpáveis. Compreendeu atitudes incompreensiveis.
Foi a primeira vez na historia que alguém sangrando, esmagado pela dor física e emocional, surpreendeu os que estavam livres. O mestre dos mestres abalou os alicerces da ciência ao levar as pessoas a velejarem pelo mundo dos sonhos enquanto todas as suas células morriam.
Postar um comentário